MDIC e ABDI lançam Plataforma e Biblioteca BIM, metodologia inovadora da construção civil

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançaram, nessa terça, a Plataforma BIM e a primeira biblioteca pública BIM do mundo. A Modelagem da Informação da Construção (Building Information Modelling – BIM, em inglês) consiste em um conjunto de processos e tecnologias dedicados a aprimorar as práticas da construção civil, beneficiando contratantes e a cadeia de produção do setor.

Como explicou o ministro Marcos Jorge, o acesso à Plataforma e à Biblioteca BIM será gratuito, via internet, e o usuário poderá, por exemplo, realizar o download e o upload de objetos virtuais BIM. Ele destacou ainda o compromisso do governo brasileiro com o tema. “Os investimentos e as políticas públicas voltados a uma área estratégica, como a da construção civil, devem se manter como prioridade para que a indústria da construção continue auxiliando no desenvolvimento econômico e social brasileiro”, disse.

“O BIM utiliza métodos de monitoramento e mensuração mais eficazes e reduz, assim, o custo das construções. Com ele é possível calcular com maior eficiência o que será gasto, reduzindo desperdícios, e também ter maior controle sobre as etapas da construção, o que se traduz em aumento de produtividade e diminuição do tempo de entrega da obra”, completou.

O lançamento ocorreu durante o 2º Encontro BIM de Governos Latino-americanos, realizado pelo MDIC e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com apoio da ABDI e da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). O evento reúne, nesta semana, autoridades do Brasil, México, Argentina, Chile e Uruguai para discutir a utilização do BIM em obras públicas na América Latina. Costa Rica e Colômbia participam do encontro como países observadores.

Na cerimônia de ontem, Marcos Jorge lembrou que o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços está na linha de frente da disseminação do Building Information Modelling no Brasil. Em maio, o governo brasileiro, lançou, por meio do MDIC, a Estratégia Nacional para Disseminação do BIM (Estratégia BIM BR), que coordena esforços de sete pastas nesse tema.

A modelagem BIM
A adoção do BIM otimiza o orçamento e o alinhamento entre áreas como fundação, estrutura, instalações hidráulicas, elétricas, assim como a definição e aquisição de materiais. A metodologia reduz erros e riscos, induz o cumprimento de prazos e oferece maior confiabilidade aos projetos, com controle preciso das obras, maior produtividade e economia de recursos.

O primeiro encontro de governos latino-americanos para tratar do Building Information Modelling ocorreu em maio, em Santiago, no Chile. Representantes da Argentina, Brasil, Chile, México e Uruguai, além do Reino Unido, que participou como observador, e do BID, discutiram estratégias para implementar a metodologia e para criar uma rede de compartilhamento de informações. A reunião foi promovida pelo Comitê de Transformação Digital da Corporação de Desenvolvimento da Produção (Corfo) do governo chileno.

No encontro desta terça, Bilal Succar, referência internacional no estudo e disseminação do Building Information Modelling, apresentou um estudo comparativo sobre o uso do BIM nos países da América Latina

Fonte: ASCOM – MDIC

59