MARATONA VERDE TERÁ PARTICIPAÇÃO DA ADEMI-PE

A Ademi-PE recebeu, no último dia 14, o Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, José Neves Filho. Ele e sua equipe foram solicitar ajuda da entidade para uma ação promovida pela Prefeitura que pretende plantar 10 mil mudas durante a semana do Meio Ambiente, de 2 a 9 de junho. A “Maratona Verde” pretende reunir a sociedade civil e entidades privadas e contará com a ajuda da Ademi-PE na divulgação junto aos seus associados que contribuirão com a logística do plantio.

“Eu vim aqui pedir que os associados da Ademi participem da ação disponibilizando caminhões e pessoal que vão ajudar na logística da operação”, explicou o Secretário. “Estamos mobilizando todo mundo: escolas, condomínios, toda a população a fim de conseguir esse desafio que é arborizar nossa cidade, em especial nas ilhas de calor.”

“Estamos garantindo o apoio da associação na divulgação e na mobilização dos associados para contribuir para que a ação seja um sucesso”, afirmou Gildo Vilaça, presidente da Ademi-PE.

Para participar do maior plantio coletivo de mudas da capital pernambucana é preciso efetuar um cadastro no site da SMAS (http://meioambiente.recife.pe.gov.br/). As mudas começarão a ser entregues aos endereços registrados no prazo de uma semana que antecede o evento. A apoteose da maratona está marcada para os dias 8 e 9 de junho, reunindo voluntários em pontos estratégicos da cidade definidos pela equipe de arborização da SMAS.

O plantio histórico será composto prioritariamente por mudas nativas da Mata Atlântica e espécies adaptadas às condições ambientais do Recife. Entre as árvores que serão plantadas estão: pau-brasil; craibeira, algodão da praia; amescla-de-cheiro; sucupira; pau de jangada; leiteiro, jenipapo brabo, martelo, cupiúba e gitó, sendo de pequeno, médio e grande portes.

BOAS NOTÍCIAS – Além de divulgar a Maratona, a equipe da secretaria aproveitou a ocasião para informar que alguns processos dentro da pasta estão sendo revistos, alguns deles, pleitos do setor, visando a desburocratização de etapas para aprovação de projetos imobiliários e de licenciamento.

Fonte: Aponte Comunicação

151