Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

ADEMI-PE - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela ADEMI-PE.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a ADEMI-PE não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a ADEMI-PE implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar
Login: Senha:

Notícias

Bolsonaro sanciona projeto que cria sistema eletrônico para cartórios

27/06/2022 - Fonte: Portal FolhaPE - Economia
compartilha whatsapp

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a medida provisória (MP) que estabelece novas regras para o registro de títulos em cartórios. O texto cria chamado Sistema Eletrônico dos Registros Públicos (Serp), que vai conectar as bases de dados de cartórios.

Entre as funções do Serp está o registro eletrônico de atos e negócios jurídicos. A recepção e o envio de documentos e títulos, a expedição de certidões e a prestação de informações também poderão ocorrer em formato eletrônico.

A MP foi editada no fim do ano passado por Bolsonaro, mas sofreu alterações na Câmara e no Senado.

O Serp deve ser implantado até 31 de janeiro de 2023, ou seja, essa é a data limite para que os serviços passem a ser oferecidos pela internet. A regulamentação será feita pela corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Na época da edição da MP, a Secretaria-Geral da Presidência informou que já havia a determinação de que cartórios realizassem atos por meio eletrônico, mas que isso não era aplicado.

Outras Notícias

Contato

Contate-Nos:

(81) 3423-3084
secretaria@ademi-pe.com.br